sexta-feira, 29 de julho de 2011

A história de um amor ao longo de várias reencarnações




Reencarnação explicada. A história de um amor em várias encarnações.





Alexandre tinha dois filhos. Um deles tinha apenas 7 anos. Os dois, pai e filho, tinham uma relação difícil que oscilava rapidamente do amor até a briga. Havia mais proximidade de Alexandre para com o filho mais velho (12 anos). Com o menor havia impaciência e irritação. “Isto não é normal. É algo que não consigo mudar. Já tentei. Já tentei de tudo, mas não consigo. Preciso que me ajude”. Estas foram as palavras do pai ao procurar o terapeuta.

Durante as regressões surgiram várias histórias entre os dois. Necessário enfatizar que saber a história é uma parte pequena do tratamento. O mais importante é o uso das técnicas apropriadas para superar traumas, gerar descondicionamentos, permitir aprendizados e reorganizar a mente. Ou seja, o mais importante é a transformação interior do paciente.

Vou contar três destas histórias, o espírito do Alexandre será marcado como (P) e o espírito do filho como (F).

A primeira história: os dois são irmãos inseparáveis. Os dois brincavam muito e se divertiam. Um dia o mais novo (F) estava atravessando uma ponte improvisada quando caiu. Gritou para o irmão (P) por socorro. O irmão não reagiu, ficou parado observando o afogamento. Alexandre disse: “algo me diz que foi uma espécie de vingança eu não ter ajudado. Depois que ele morreu, eu sofri muito. Me sentia culpado. Vivi completamente culpado”.

CLIQUE AQUI
A segunda história aconteceu antes da primeira. O pai (F), filho (P) e outros irmãos estavam caçando juntos. Eram felizes e amigos. Tudo corria bem na família. Em outra cena posterior: o pai (F) arranjou outra mulher. O Filho (P) escuta a discussão da mãe com o pai. “Você vai abandonar as crianças? Elas vão passar fome. Como vou alimentá-las?” O pai (F) foi embora e a fome realmente aconteceu. O pai alimentava a nova família e os filhos da nova mulher. Seus filhos passavam fome. A revolta aumentou quando um dos irmãos morreu. O filho (P) transformou seu amor em ódio.

A terceira história aconteceu antes desta segunda. O casal [(P) e (F)] se amava muito, mas os dois brigavam continuamente. As constantes brigas duraram toda a vida. Havia os filhos para criar e eles ficaram juntos. Havia também o amor que sentiam, não conseguiam ficar longe um do outro. Viveram assim: um acusando o outro de ter atrapalhado a sua vida.

Nesta encarnação estão juntos novamente. Um como pai e o outro como filho. Havia muito a ser resolvido entre eles. Muita raiva, muito rancor, muita culpa, muita desconfiança. O relacionamento entre os dois mostrava claramente esta dificuldade. O amor permitia o contato entre eles. O amor ajudava a ter alguma aproximação. Todo o resto os afastava.

“O amor é esta “cola” que induz as pessoas a se ligarem e a se “prenderem”. Esta “prisão” ajuda as pessoas a terem progresso dentro das áreas escolhidas em seus planejamentos de vida. Muitas vezes temos missões específicas para com algumas pessoas; missões de ajuda, missões de resgate ou de pagamento por atitudes tomadas no passado. Somos espíritos em evolução, isto significa que temos crenças e valores confusos ou errados que geram conflitos. O amor, por sua vez, é uma forma de absorver estes conflitos e permitir a manutenção do vínculo. Ou seja, o ser humano tem muito o que melhorar. Fica bem mais difícil evoluir se a pessoa optar por se distanciar dos problemas e das missões de vida. Frente às dificuldades da vida, o amor cria união, diminui o sofrimento, dá força e estabilidade. O amor é sempre uma oportunidade e um incentivo. Por isto é tão importante aprender a usá-lo”.  [parágrafo do livro Nascer Várias Vezes]

Ao manter os dois unidos e “abrir canais de relacionamentos” entre eles, o amor permite que a transformação pessoal dos dois ocorra mais rapidamente.




Alexandre superou grande parte dos seus traumas e condicionamentos com a ajuda da terapia. Ao final, se sentia preparado para ser pai e ajudar o espírito encarnado como filho a evoluir. Ele estava pronto para servir, para ouvir, para aceitá-lo, para se aproximar, ter carinho. Aprendeu a importância da paciência para melhorar o convívio com o filho; o pai sabia o porquê de muitas reações agressivas do filho. Nestas situações é fundamental a perseverança; o pai tinha maturidade emocional e havia evoluído o bastante para oferecer o melhor para o filho. O filho estava apenas no início de sua jornada de vida e tinha uma enorme luta pela frente para superar os traumas passados. O pai sabia que deveria ofertar o que é nobre, só assim quebraria as amarras do passado que condicionava o comportamento do filho.

Quanto mais Alexandre escolhia o que é nobre, mais ele evoluía e mais preparado estava para amar e ajudar. O caminho está aberto para, depois de séculos, os dois finalmente encontrarem a paz, o perdão recíproco e a convivência fraterna. Tudo graças ao amor que os uniu e que permite que juntos superem estas dificuldades.

Interessante notar que um dos mais poderosos estimuladores da mudança do filho serão as vibrações emanadas pelo pai. Antes do tratamento o pai emanava vibrações de amor associadas a vibrações criadas pelos traumas, desconfianças e rancores passados. Agora, as vibrações de amor e serviço chegam até o filho, informando seu inconsciente de que “para o pai os conflitos acabaram”. O filho poderá aproveitar esta oportunidade ou não. Ele tem o livre arbítrio. Mas, com a mudança do pai ficou muito mais provável a transformação do filho.

O amor, que os mantém unidos, gera as oportunidades para a evolução. O amor não resolve tudo, mas facilita e estimula o que é nobre, bom e verdadeiro.

Não somos apenas o que vivemos nesta encarnação. Não começamos com o encontro do óvulo com um espermatozoide. Somos mais do que isto. Somos espíritos que encarnam com missões de vida e ricas histórias, que influenciam cada detalhe da vida de cada um.

Autor: Regis Mesquita


No livro Nascer Várias Vezes existem alguns capítulos que irão complementar e aprofundar seus conhecimentos sobre o tema deste artigo. Recomendo que leia estes três capítulos:
1-    O que é negativo dificulta a mudança interna, o que é nobre facilita
2-    Amor e reencarnação
3-    Casamentos, reencarnação e missões de vida



Para comprar o livro agora e receber através dos Correios:




Ou, se preferir fazer depósito no banco Itau: mande um email para regismesquita@hotmail.com solicitando informações.

Para comprar o ebook do livro, clique aqui.

Você pode ler alguns capítulos do livro no computador: clique aqui.

Para conhecer os títulos da cada um dos capítulos do livro: clique aqui

Para ler a sinopse do livro: clique aqui

Centros Espíritas e bibliotecas públicas podem solicitar a doação do livro, clique aqui




Agradeço muito se você recomendar esta postagem no G+, compartilhar no Facebook, retuitar ou mandar o link via email.



Dica:

Receba todos os novos textos do blog Nascer Várias Vezes no seu email. Na coluna da direita tem um lugar para digitar seu email (será mandado um email de confirmação, clique no link deste email para efetivar a inscrição).






Na página do Facebook - Nascer Várias Vezes - você encontra uma coletânea de pensamentos retirados do livro Nascer Várias Vezes (atualizada diariamente).

Te convido a conhecer a página, curtir e COMPARTILHAR os pensamentos com seus amigos.



Leia: Mensagens Espirituais inspiradas nos ensinamentos do livro Nascer Várias Vezes


Vídeo: Aprenda a alcançar a felicidade seguindo o exemplo de vida de Chico Xavier  http://youtu.be/UA6CmabUmAE



9 comentários:

  1. Caro Regis Mesquita,
    Gosto muito do seu Blog, dos artigos, das informações e da maneira simples e lúdica como você trabalha seus pensamentos suas idéias e suas histórias. São lições profundas, maravilhosas.Estou aguardando ansiosa seu livro. Seu Blog está na minha lista de preferidos e é mencionado no meu: Ostras Azuis. Gostaria muito que você visitasse o meu Blog: http://ianelameira.blogspot.com/ e que dele participasse com seus comentários e considerações. Agradeço por tudo. Atenciosamente,
    Ianê Lameira

    ResponderExcluir
  2. Uma coisa que eu jamais vou entender: se as pessoas já se odeiam, se mataram, ainda são obrigadas a voltar JUNTAS pra piorar mais ainda! Parece de propósito para que ninguém encontre paz.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Parece masoquismo, mas não é. Primeiro: não é sempre que estes espíritos que se odeiam voltam juntos. Segundo: se voltam juntos é porque possuem plenas condições de aprenderem e se libertarem do ódio.

      Se não possuíssem condições de terem uma vida diferente, jamais reencarnariam juntos novamente. Ou seja, os espíritos que reencarnam juntos evoluíram no plano espiritual o bastante para terem nova oportunidade juntas.

      No livro Nascer Várias Vezes explico mais detalhadamente.

      Neste link está um texto que pode te interessar: "Meu irmão me odeia": http://www.nascervariasvezes.com/2012/10/meu-irmao-me-odeia.html

      Comente, seus comentários são muito bem vindos.

      Excluir
  3. Acho injusto termos que pagar ''nessa'' vida por erros que cometemos em outras e sem se lembrar de nada, isso não tem logica, é o mesmo que vc ser cobrado a pagar um conta em uma loja que dizem que vc comprou mais vc nao lembra

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Leia este texto: Porque nos esquecemos das nossas vidas passadas?
      http://www.nascervariasvezes.com/2013/04/porque-esquecemos-vidas-passadas.html

      Excluir
    2. Sobre a memórias de vidas passadas - leia este:

      Reencarnação: resposta às críticas de um cético
      http://www.nascervariasvezes.com/2013/09/reencarnacao-cetico.html

      Excluir
  4. preciso entender porque o meu irmão me odeia tanto? principalmente qd ele está bêbado? já tentou até me matar,odeio morar no mesmo lá que ele,mais não consigo sair daqui,será que tenho dívidas de vidas passadas com ele? o que eu faço para perdoar,porque eu não consigo..........

    ResponderExcluir
  5. Parabéns pelo texto tão esclarecedor!...
    Com uma linguagem simples e direta atingiu nossos corações profundamente, como uma flecha, pois todos nós, inevitavelmente vivemos ou viveremos uma situação dessas, alternando posições, como uma nova chance que a Vida nos dá para consertar os erros do passado no tempo certo ...
    abços!

    ResponderExcluir
  6. Tenho uma linda historia de amor e que atravessou vidas , mas as regressões vieram em forma de sonhos desde qnd eu era criança, algo de fato sobrenatural, nao sei explicar

    ResponderExcluir

Seja bem vindo, seu comentário é importante. Você também pode receber emails das novas postagens do blog. Inscreva-se no final da página de textos do blog (depois confirme no seu email).

Siga o Blog Nascer Várias Vezes no Twitter

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...