terça-feira, 28 de agosto de 2012

A ciência descobre a espiritualidade e confirma sua utilidade



A ciência reconhece a importância da espiritualidade





Regis Mesquita


Quando os céticos contam a história do heliocentrismo, colocam em lados opostos a ciência e a religião. Segundo eles, a Igreja Católica mantinha o dogma de que a Terra era o centro do Universo e a ciência lutava para mostrar que a Terra girava entorno do Sol. Na verdade, a quase totalidade dos cientistas da época apoiava e defendia a opinião do Vaticano.

Os cientistas são seres humanos, na maior parte das vezes repetem o que é aceito ideologicamente por uma sociedade. A quantidade de vezes que eles erram é enorme. Que o digam as vítimas da talidomida ou todos aqueles que foram ridicularizados ao proporem que o carinho é fundamental para a sobrevivência de qualquer ser vivo (pelo menos os mamíferos).

O interessante da ciência é sua diversidade. Ou seja, existem espaços (mesmo que pequenos) para pesquisas que vão além do que limite do que é aceito pelo campo ideológico dominante.

Ernst Fehr, é um pesquisador da Universidade de Zurich, que descobriu algo muito interessante: o altruísmo aumenta a massa cinzenta do cérebro. Ou seja, nosso cérebro muda conforme o que pensamos, sentimos e fazemos.

Pesquisadores da Universidade da Califórnia descobriram que uma meditação cantada (Kirtan Krya) foi capaz de alterar a resposta de 68 genes no corpo humano.

A estes dois exemplos podemos somar pesquisas com a emanação de energia através das mãos, efeitos da meditação, da oração e do perdão sobre a mente, etc. Aos poucos vão surgindo várias confirmações de que as práticas espirituais são úteis, e vão além da consolação e do fato de dar significado para a vida.

O corpo humano e a vida humana foram cuidadosamente planejados para gerarem benefícios sempre que as pessoas seguirem o caminho da reforma íntima e da elevação espiritual.

A natureza foi planejada desta forma. O funcionamento de todas as Leis de Deus levam em conta a necessidade de evolução espiritual.

Quando a ciência evoluir mais, poderá entender muitos outros fenômenos que fazem parte da vida espiritual. Exemplo: o perispírito também é matéria, apenas a ciência ainda não consegue detectá-lo.

E neste caso, os cientistas céticos são os "tolos" que atrasam o progresso da ciência ao negarem verbas, espaço e divulgação às pesquisas que podem provar direta ou indiretamente todos os benefícios que advém da espiritualidade.

Enquanto não chega o momento da prova científica da espiritualidade é necessário que a sociedade sinta os efeitos práticos dela. Este é o grande papel de todos aqueles que se aproximam da espiritualidade através da prática da reforma íntima e da sincera intenção de ser melhor a cada dia.

No meu livro Nascer Várias Vezes citei várias pesquisas científicas e mostrei a diversas inter-relações delas com a prática sadia e eficiente da elevação espiritual.

Os exemplos confirmatórios não param de surgir. Falta estas verdades tornarem métodos e práticas cotidianas plenamente valorizadas e priorizadas. Este deve ser o esforço de todos.



Compre hoje mesmo o livro Nascer Várias Vezes


Caso prefira fazer depósito no Banco Itau: mande um email solicitando os dados para regismesquita@hotmail.com









A reforma íntima gera benefícios para o corpo e para a vida humana

Gostou da imagem acima?
Pode compartilhá-las com seus amigos.

Quer ter acesso a centenas de outras imagens para você escolher?
Clique aqui (Facebook) ou aqui (Pinterest)




Agradeço muito se você recomendar esta postagem no G+, curtir no Facebook, retuitar ou mandar o link via email.




Mensagens Espirituais inspiradas no livro Nascer Várias Vezes


Curta a página do livro Nascer Várias Vezes no Facebook



Licença para reprodução dos textos do blog Nascer Várias Vezes: siga as instruções

3 comentários:

  1. Muito bom o post, andei estudando sobre o assunto e vi que nenhum comportamento é herdado como passa a logica dominante com frases: "filho de peixinho, peixinho é", na verdade todos os nossos comportamentos e pensamentos é herdado do ambiente e da sociedade em que vc vive, ou seja, nas suas experiencias, sempre podemos mudar, nenhum comportamento é imutável, basta trabalhar corretamente com ele e assim podemos alterar nossos genes e viver de forma diferente. Nada é determinado no cérebro dos seres humanos. Obrigado ao blogueiro pelos seus ótimos posts aqui e no Psicologia Racional

    ResponderExcluir
  2. Obrigado, Denner.
    Seu comentário é motivador. Salve este blog nos seus favoritos para ler todos os textos. O Blog é atualizado algumas vezes por mês.

    ResponderExcluir
  3. Olá amigo! Gostei da sua abordagem sobre o assunto. Já pesquisei algumas doutrinas espiritualistas, sobretudo o Kardecismo, e, apesar de não ser ateu, posso me considerar como cético em relação a outros aspectos. Por outro lado, me entristece muito a postura de certos cientistas ao se considerarem donos da verdade. Reconheço que, comparada à complexidade da natureza, nossa ciência é ridícula, por isso prefiro acreditar que existem outros caminhos. Nos resta aprender cada vez mais, afinal de contas, somos todos parte de uma só criação.
    Parabéns.

    ResponderExcluir

Seja bem vindo, seu comentário é importante. Você também pode receber emails das novas postagens do blog. Inscreva-se no final da página de textos do blog (depois confirme no seu email).

Siga o Blog Nascer Várias Vezes no Twitter

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...