sexta-feira, 3 de agosto de 2012

A família é o campo de provas para a evolução do espírito




A família é o campo de provas da evolução do espírito. Livro Espírita






“Todos os vínculos afetivos possuem a mesma função: criar um ambiente adequado para a vivência do que é nobre e para a superação do que é imaturo”.

Trecho do livro Nascer Várias Vezes


Familiares com diferentes personalidades e diferentes níveis evolutivos têm nos vínculos afetivos a principal força que dificulta a separação física e emocional.

O vínculo é necessário para mantê-los juntos o tempo suficiente para serem obrigados a interagirem.

Vínculo afetivo, portanto, força a interação e a troca. A troca entre espíritos em evolução (os membros da família) envolve o que é bom e o que é ruim.


O espírito não reencarna em qualquer família; ele nasce na família que é capaz de lhe oferecer o bom e o ruim que ele precisa. É uma complementação recíproca.

As vezes, esta complementação produz experiências muito difíceis, pois a imaturidade de um pode ser fundamental para estimular a evolução do outro.


Veja este exemplo: um pai extremamente manipulador teve um filho extremamente egoísta e raivoso.

Enquanto o pai foi manipulador, apenas aumentaram suas dificuldades com o filho.

Estimulado pela personalidade conturbada do filho – e com o propósito de se melhorar para tentar ter menos conflitos familiares  – o pai conseguiu superar sua tendência negativa de controlar e manipular os outros.

O vínculo do pai para com o filho tornou-se mais sadio e equilibrado.

Este espírito (o pai) aprendeu uma importante lição; e pôde (anos depois) ajudar o filho na superação do traço egoísta.

O vínculo afetivo entre os dois foi o responsável por mantê-los juntos por muitos anos, apesar das desavenças.

Esta proximidade afetiva foi fundamental para a evolução de ambos.


CLIQUE AQUI
O vínculo afetivo entre seres encarnados dura dezenas de anos (entre espíritos pode durar centenas de anos).

Deus organizou a vida desta forma porque sabe que uma das mais importantes qualidades a serem desenvolvidas é a paciência.

Deus é o exemplo. Ele tem paciência conosco; Ele sabe que poderíamos ter evoluído muito mais ao longo de centenas de encarnações anteriores.

Mesmo assim, não desiste de nenhum espírito.

Deus é perseverante e, por ser muito evoluído, mantém sua satisfação mesmo sabendo dos espíritos que teimam em não evoluir.


Este é o modelo a ser seguido por pais e filhos, irmãos e irmãs: seguir o Caminho Nobre mesmo que o outro não o faça; focar em ofertar o que é nobre mesmo que o outro não consiga retribuir.


MAIS TEXTOS DE REGIS MESQUITA:






A família é o campo de provas dos espíritos, inclusive dos espíritos mais evoluídos.

Vivendo em família, os membros mais evoluídos terão mais a ofertar do que os outros membros menos evoluídos.

O grande limitador dos espíritos mais evoluídos é o orgulho.

Orgulho torna muito difícil a situação na qual se oferta bastante e a retribuição é pouca.

Todavia, o espírito mais evoluído deve ter a consciência de que sua evolução somente terá continuidade se ele enfrentar o seu orgulho.

Dentro dele surgirá o boicote à sua evolução, pois seu ego lhe causará mal estar por concluir que é ruim ofertar mais e receber menos.

A verdade é esta: receber menos não é ruim, é bom. Receber menos é a condição natural de todos que evoluem mais.

Por exemplo: se a pessoa tiver paciência e não usá-la, estará cultivando a impaciência e outras negatividades.

Regra: toda qualidade positiva, para se manter positiva, tem que ser compartilhada (usada). Só se consegue não compartilhar ao reforçar algum traço negativo que bloqueia o positivo.

A pessoa é paciente porque desenvolveu a paciência. Será que o outro membro da família também desenvolveu esta qualidade? Talvez não.

Nunca há a certeza de ser retribuído.

Ou seja, quem evolui oferece mais (porque tem mais a oferecer) do que recebe e não deve se ressentir por isto (deve abandonar o orgulho e focar em manter suas qualidades).


O espírito não encarna de qualquer jeito, em qualquer tempo, lugar ou família. Há um grande planejamento.  O espírito deve estar preparado, a estrutura de vida que ele vai experimentar deve ser de acordo com suas necessidades evolutivas, e seu corpo deve estar preparado para oferecer oportunidades e limites.  Livro Nascer Várias Vezes


Viver em família é lidar com um conjunto de forças internas e externas que mobilizam as pessoas para enfrentarem o desafio de suas missões de vida.

Quem aproveitar este desafio irá evoluir. Terá como prêmio uma maior facilidade para superar todos os problemas e o usufruto maior de todas as qualidades e oportunidades.


Tenha em mente que o traço de personalidade difícil ou negativo de um familiar te obrigará a sair da zona de conforto. Estas dificuldades te obrigarão a evoluir internamente, se quiser ser mais feliz e ter paz.


A família é um campo de provas. É o encontro de espíritos que possuem vários graus diferentes de imaturidades e têm a oportunidade de estimularem a evolução um do outro com suas qualidades e defeitos.


Autor: Regis Mesquita
Contato e Terapia: regismesquita@hotmail.com


SIGA O BLOG NASCER VÁRIAS VEZES NAS REDES SOCIAIS





PS: o tema família é tão importante que no livro Nascer Várias Vezes existem várias histórias que te ajudarão a refletir sobre sua própria vida e família.




CLIQUE AQUI



Dica: para saber mais sobre educação de filhos vá ao site Psicologia Racional e estude os marcadores “Geração Seguidora”, “Filhos” e “Educação”.

São dezenas de textos à sua disposição.





O espírito irradia energia e força vibracional. Espiritualidade explicada.




Leia também:












Para sonhar e conquistar você tem que se preparar e ficar melhor



O Blog Nascer Várias Vezes agradece a todos que nos visitam. Não perca contato, salve-nos nos seus favoritos e esteja sempre presente.



DIREITOS AUTORAIS

 

Os textos do Blog Nascer Várias Vezes, escritos pelo seu autor Regis Mesquita, estão REGISTRADOS junto ao Escritório de Direitos Autorais da Fundação Biblioteca Nacional.

 

Proibida a reprodução! Este artigo não pode ser reproduzido por meio impresso, eletrônico ou qualquer outra forma sem a autorização escrita do seu autor (SAIBA MAIS).




6 comentários:

  1. Muito bom Regis, tenho muito que aprender sobre tudo isso, tenho lido livros do CHICO,e estou sempre tentando aprender sobre a vida humana aqui na terra.Uma coisa tenho certeza, sem a reencarnação não tem sentido nenhuma religião, mesmo que não aceitem a reencarnação não faz diferença, principalmente quando a religião os fazem pessoas melhores, não tem como colocar na faculdade crianças de grupo,pode demorar mas chegam lá.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não tenha dúvidas. A reencarnação dá sentido a muitas coisas; e mais: é a oportunidade de sempre aprender e gerar o bem.

      O blog Nascer Várias Vezes é sempre atualizado, não perca nenhum texto: venha visitá-lo algumas vezes por mês.

      Excluir
  2. Sr. Mesquita, família é a base da educação. A responsabilidade pela formação dos filhos é sempre do pai e da mãe. Seus textos são um alento em um mundo onde as pessoas fogem de suas responsabilidades. Leio seus textos neste blog e no blog Psicologia Racional. Recomendo aos pais que leiam os textos sobre educação deste outro blog do sr. Mesquita.

    ResponderExcluir
  3. Eu amo o espiritismo, mas tem muitas coisas que já passei que nunca o espiritismo nunca me fez entender, eu nunca desisti

    ResponderExcluir
  4. Excelentes textos! Parabéns pelo elevado trabalho e pelo espírito de serviço.
    Publiquei há dois dias a crônica 364 que trata sobre a obsessão em familiar e a forma de lidar com esse mal dos séculos. Quando puder, clique aqui: www.jojorgeleite.blogspot.com

    ResponderExcluir

Seja bem vindo, seu comentário é importante. Você também pode receber emails das novas postagens do blog. Inscreva-se no final da página de textos do blog (depois confirme no seu email).

Siga o Blog Nascer Várias Vezes no Twitter

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...