terça-feira, 20 de maio de 2014

Oito dicas para você vencer na vida praticando a paz e a justiça no coração



O perdão é a libertação daquele que perdoa. Livre-se dos sentimentos negativos.





1) Faça tudo bem feito.

Um mundo com justiça e paz é construído com humanos que oferecem o melhor, ou seja, fazem bem feito. A maior de todas as caridades é cumprir todos os seus compromissos com eficiência, competência, cuidado e boa vontade. Para atingir este objetivo procure estudar, aperfeiçoar e aprender com a experiência. Se você levar um parente para operar exigirá que o médico esteja bem preparado e disposto a fazer uma ótima cirurgia. O mesmo acontecerá se procurar um encanador. Portanto, não poupe esforços para também fazer tudo muito bem feito e oferecer o melhor.


2) Você é um espírito que precisa evoluir, aprender muito e saber se defender.


As outras pessoas também são espíritos que precisam evoluir muito. O problema é que existem pessoas que não querem ou não conseguem evoluir. Estas pessoas poderão te prejudicar. Aprenda a se defender e se proteger.  Você conviverá com estas pessoas no seu dia-a-dia, fará negócios com elas, estará nos mesmos ambientes. Cada vez que praticar o bem, cada vez que for eficiente, cada vez que conquistar uma vitória estará iluminando o mundo. Porém, muitas destas pessoas se sentirão incomodadas e  poderão emanar pensamentos negativos que poderão te prejudicar. Se a maldade não tivesse força ela já estaria extinta da face da Terra. A maldade tem força e cabe a você se proteger, principalmente quando for acumulando conquistas e aprendizados.




3) O perdão é mais importante para quem perdoa do que para quem é perdoado.

O perdão é a libertação daquele que perdoa. A pessoa que não perdoa fica presa ao passado, alimentando raivas e outros sentimentos negativos. Todos seus dias ficam um pouco pior porque aqueles fatos do passado teimam em diminuir o prazer da vida. O perdão, portanto, é um ato de inteligência e bom senso. Por isto, não se iluda: quem perdoa é quem fez o esforço para mudar; o outro continua o mesmo. Livre-se dos sentimentos negativos, mas mantenha o bom senso e a precaução.


4) O que cresce no seu interior é o que você escolhe na vida.

Cada pessoa possui muitos interesses, mas não cabem todos eles no presente. Sempre existirão os interesses escolhidos e os que ficam adormecidos no fundo da alma. O que a pessoa escolher é o que cultivará no seu interior e é o que dará frutos bons ou ruins. A intenção, o desejo e a vontade geram pouquíssimos frutos. É a ação que faz a diferença. Na ação são superados desafios, são gerados aprendizados e desenvolvidos experiências. Na ação são reforçados vícios, cultivados sentimentos negativos, produzidos traumas e geradas maldades. Ou seja, na ação as forças do corpo, da mente e do espírito são potencializadas e concretizadas.


5) O presente possui sempre algo novo, não envelheça sua mente.

O presente é o começo do futuro, os primeiros sinais do que o futuro trará.
Portanto, as lições do passado sempre estão incompletas; da mesma forma que nossa evolução está incompleta.
Refletir sobre o passado, mas não ficar preso ao passado.
Usar o passado como experiência, mas sabendo que é uma experiência limitada.
Este traço de humildade e sabedoria te permitirá se sintonizar com o presente e aproveitar as oportunidades que estão no aqui e agora.
Afinal, problemas são superados no presente, com a cabeça no presente e aproveitando o que existe e é real.
A satisfação é experimentada no presente, com o que existe no presente.
A vida transcorre no presente, e se você aproveitar as oportunidades verá que um dia sempre será diferente de outro.
É assim que a vida ensina e o sábio aprende. 
Já o imaturo, por agir com imaturidade, gera confusão. 
Quem deixa de aprender com o presente não amadurece.


6) O tempo é precioso. Gaste-o oferecendo-se o que há de melhor.

Cuide de você com carinho. O maior carinho é cultivar sentimentos e pensamentos nobres.
Sentimentos e pensamentos nobres geram um profundo bem estar, pois harmonizam o seu ser.
Também energizam a mente e motivam para atingir objetivos importantes.
“Aprenda a se tratar com respeito. O primeiro passo é tirar da sua mente as “sujeiras” que são fonte de pensamentos negativos e desgastes emocionais” (A).
O tempo é só um. Você irá se ferir se gastá-lo gerando desgastes emocionais.
Usando seu tempo com o que é nobre, irá desenvolver sabedoria, satisfação e elevar sua vibração.
Todos serão beneficiados. Você se transformará numa fonte de equilíbrio, bom senso e elevadas vibrações.




7) Você é o responsável pela sua vida

Aceitar que é o responsável por sua vida é fundamental para ter forças para superar as dificuldades. Quem se comporta como vítima perde o foco e tende a se limitar.

A base da sua evolução é aproveitar as oportunidades que surgem na vida. Cada situação da vida é composta de facilidades (aquilo que você já aprendeu/desenvolveu) e dificuldades (aquilo que falta aprender). Uma pessoa pode ser trabalhadora e impaciente, por exemplo. Enquanto sua capacidade de trabalho gera facilidades, a impaciência gera dificuldades. Em alguns momentos o efeito desta impaciência pode se tornar central na vida da pessoa – esta é a hora de focar seus esforços para desenvolver a habilidade da paciência.

A pessoa que se percebe como vítima, ao culpar os outros, perde a chance de fazer a reflexão básica: como contribuo para o que está acontecendo? Que qualidade ou habilidade posso desenvolver para superar mais facilmente este obstáculo?

Lembre-se: culpar o outro é muito pouco produtivo para sua evolução espiritual e pessoal.

O correto é focar e agir. É assim que se conquista qualidades e habilidades para viver melhor.


8) Aprenda a ser coerente

Coerência é uma das chaves para uma vida justa e equilibrada.

Ela funciona assim: João escolheu estudar enfermagem. Todo dia vai para a faculdade e lá se distrai  de seu objetivo maior: aprender muito para ser um ótimo enfermeiro.

A prioridade do João é ser enfermeiro. Todavia, na faculdade sua prioridade é estudar o mínimo possível. Sua atenção está voltada para outros objetivos que não o aprendizado.

Observe que há uma escolha inicial: fazer faculdade de enfermagem e tornar-se enfermeiro. Após esta decisão, João continuou decidindo: não quero estudar, quero passear na hora da aula, etc.

A coerência funciona assim: uma vez tomada uma decisão a pessoa cumpre o decidido, sem se desviar ou usar alguma desculpa.

Quem gostaria de ser filho de uma mãe que decidiu ter o filho e depois escolheu outras atividades que não dar carinho, atenção e cuidados?

A falta de coerência é a origem de grandes injustiças e muitas desavenças.

João, o futuro enfermeiro, talvez vá prejudicar alguém por causa da sua falta de dedicação aos estudos.

É muito importante que as pessoas tomem poucas decisões. Uma vez tomadas, devem ser coerentes e construir um bom caminho a partir dela.

Regra importante:  Cada decisão possui o seu fator mínimo. Ou seja, aquilo que é o centro da escolha. Sem este centro tudo perde o sentido e a eficiência.

O estudo é o FATOR MÍNIMO. João escolheu fazer faculdade para aprender; estudar é o mínimo, é o básico.

Pense na frase: o professor não ensina bem porque seu salário é baixo. Esta frase é o símbolo da falta de coerência que gera sofrimento e injustiça.

O fator mínimo de ser professor é ensinar. Sem ensino não existe a função professor. Todo foco deve estar em realizar a função de ensinar. Isto é coerência.

Perceba quais são as escolhas que você fez na vida. Se forem muitas, abandone algumas (pouquíssimas pessoas conseguem ser coerentes em muitas decisões ao mesmo tempo).

Observe qual é o fator mínimo de cada escolha. Não se distraia e nem invente desculpas, seja coerente e realize o fator mínimo.

Ser coerente é plantar uma árvore e cuidar dela. Quando chegar o momento ela lhe dará sombra, dará frutos e alegrará sua vida. Ao cuidar dela você terá sua alegria multiplicada.

Ser coerente é escolher cursar enfermagem, estudar muito e ser um ótimo profissional que fará o bem para muitos e estará apto a crescer na profissão.

Com a coerência todos ganham.

Para saber mais sobre o Fator Mínimo pesquise no Blog Caminho Nobre


Autor: Regis Mesquita
https://twitter.com/saberespirita 


Na página do Facebook - Nascer Várias Vezes - você encontra uma coletânea de pensamentos retirados do livro Nascer Várias Vezes (atualizada diariamente).

Te convido a conhecer a página, curtir e COMPARTILHAR os pensamentos com seus amigos.



Cuide de você com carinho. O maior carinho é cultivar sentimentos e pensamentos positivos e nobres.



Leia também:











Gostou desta postagem?

Eu agradeço muito se você recomendar esta postagem no G+, curtir no Facebook, retuitar ou mandar o link dela por email.

Ajude a divulgar conteúdos construtivos.



 Licença para reprodução dos textos do blog Nascer Várias Vezes: siga as instruções.




Venha conhecer o livro espírita Nascer Várias Vezes, a reencarnação explicada




4 comentários:

  1. Gratidão Régis,o envio de seus textos por mail chegam em momentos oportunos,e são de grande valia.

    ResponderExcluir
  2. Muito bom e dotado de um tom motivador.

    ResponderExcluir
  3. Textos que ensina, adverte e nos faz olhar para nosso "eu interior"... Parabéns e obrigada por disponibilizar ensinamentos tão valiosos (www.seremacao.com.br).

    ResponderExcluir
  4. delícia de leitura, edificante e relaxante ao mesmo tempo, obrigada.

    ResponderExcluir

Seja bem vindo, seu comentário é importante. Você também pode receber emails das novas postagens do blog. Inscreva-se no final da página de textos do blog (depois confirme no seu email).

Siga o Blog Nascer Várias Vezes no Twitter

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...