sexta-feira, 15 de março de 2013

É preciso ser forte para ser humilde




Experimenta substituir instantes de queixa, por momentos de serviço ao próximo e observa os resultados. Emmanuel Chico Xavier




Por Regis Mesquita


“É preciso ser forte para ser humilde.
Abençoar quando a raiva ameaça nos dominar.
Esfriar a cabeça quando o sangue esquenta.
Ter clareza de pensamentos quando perdemos o controle da mente.
Oferecer o positivo quando queremos destruir.
É necessário ser forte.
Quem se fortalece, enfrenta e vence os desafios.
Sem destruir, sem negativizar, sem aumentar os problemas ou se arrepender por decisões tomadas no impulso.
O prêmio é a paz e a satisfação.
Mas, antes tem que dominar a própria mente e direcioná-la para o que é nobre”.

Regis Mesquita
(Este pequeno texto foi colocado originalmente na página do blog Nascer Várias Vezes no Facebook. Esta página é atualizada diariamente com pequenos textos como este. Curta e compartilhe: http://www.facebook.com/nascervariasvezes )


Quando analisamos as leis que regem a vida (organizadas por forças superiores) percebemos que elas exigem que todos lutem, se fortaleçam e desenvolvam múltiplas habilidades e qualidades. O nome deste fenômeno é evolução.

Somente quando se observa os acontecimentos sob a ótica da vida espiritual é que se descobre a sua verdadeira dimensão. O ser humano é apenas a atual encarnação de um espírito que já reencarnou centenas (ou milhares) de vezes. Assim sendo, este espírito já passou por milhares de grandes dificuldades e já superou a imensa maioria delas.

Fome, por exemplo. Quando pacientes fazem a regressão a vidas passadas sempre descobrem situações de vida em que a miséria produziu muita fome. Viver durante anos passando fome, sofrendo com carências alimentares e doenças derivadas de um corpo mal nutrido, é uma realidade extremamente comum. Problemas de fome foram e são constantes na história da humanidade, por isto são temas comuns nas regressões. Mesmo tendo sofrido tanto, durante tantos anos; mesmo tendo visto parentes morrerem em decorrência deste drama; mesmo acompanhando a desagregação familiar comum nestas situações; mesmo assim, a imensa maioria não traz para a encarnação atual nenhum traço de revolta originada nestas situações.

Imagine: um colega de trabalho espalha uma fofoca contra você. Você sente raiva e fica estressado. Depois de 20 anos, qual será o peso desta fofoca em sua vida? Em 200 anos, qual será o peso? Daqui a 5 mil anos?  Para a vida do espírito a fofoca não terá nenhum peso. Terá peso a forma como você vivenciou; terá peso aquilo que você cultivou; terá peso os pensamentos, sentimentos e crenças que você reforçou nestes momentos.

É assim que funciona: as situações externas mudam. O que permanece é o que construímos DENTRO DE NÓS MESMOS.

  
Observe esta frase: “Deus não vai deixar que nada de mal aconteça com você”. Como podemos entendê-la? Muitas pessoas que acreditam nesta frase ficam desiludidas quando são vítimas de problemas, injustiças ou violências. Por exemplo: para o espírito não tem a menor importância se a pessoa será assaltada ou não. Terá importância a forma como ela reage interiormente, a forma como ela organiza e estimula seu mundo interior. Será importantíssimo o que ela agrega dentro de si.

O espírito encarna para ter diversidades de experiências. Ele precisa aprender a reagir de modo nobre mesmo em situações negativas. Deus propicia um mundo diverso e rico em experiências. Todo ser humano deve aprender que, algumas vezes, o que parece ser derrota será uma vitória, se ele escolher o caminho da evolução.

A vida na Terra é organizada para incentivar os encarnados a lutarem, a se esforçarem e progredirem. A evolução raras vezes pode ser alcançada com omissão ou fraqueza. A vida espiritual quer treinar todos para terem força. Eles devem escolher e agir a partir das premissas mais nobres e positivas, em todas as situações. Eles devem aproveitar a encarnação para treinar o espírito a seguir o caminho nobre, o bom caminho.

Gerar o bem, com força e potência, é a meta. Aprender a agir coletivamente para que o bem amplie sua força e raio de ação também é um objetivo sagrado.

Tenha clara a importância de se fortalecer e enfrentar positivamente todas as adversidades. Porque Deus jamais te abandona, mas ele permite que todas as experiências cheguem até você. Ele sabe que proteção demais é problema e não solução. Ele sabe que todos estão em treinamento para aprender a seguir sempre o caminho mais nobre.




Autor: Regis Mesquita


O tema desta postagem é discutido em alguns capítulos do livro Nascer Várias Vezes. Nestes capítulos, por exemplo: 

- João, vive melhor quem cultiva o que é nobre
- Amélia, a morte e o renascer para a vida
- Lourdes, Deus nos pune ou nós nos punimos?
- Gerencie a própria vida para não espalhar sofrimento



Aproveite e compre agora seu exemplar do livro Nascer Várias Vezes










Atenção: Você pode receber as novas postagens do blog Nascer Várias Vezes no seu email. Na coluna da direita, digite seu email em "receba no seu email...". Depois confirme a inscrição clicando no link da mensagem que receberá no seu email.

É fácil! É rápido! É útil!



Leia também:








Faça como centenas de pessoas, receba no seu twitter 
as mensagens do Blog Nascer Várias Vezes



Não duvide! Sempre aparece um caminho. Mantenha a fé e a perseverança.



Curta a página Filosofia da Espiritualidade no Facebook

Clique em "Curtir Página"



Licença para reprodução dos textos do blog Nascer Várias Vezes: siga as instruções



Compartilhe este texto com seus amigos e ajude a divulgar o Blog Nascer Várias Vezes.

Um comentário:

  1. Nossa! Este texto bateu forte. É a pura verdade.

    ResponderExcluir

Seja bem vindo, seu comentário é importante. Você também pode receber emails das novas postagens do blog. Inscreva-se no final da página de textos do blog (depois confirme no seu email).

Siga o Blog Nascer Várias Vezes no Twitter

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...