quinta-feira, 4 de junho de 2015

A super importante Lei de Reparação e Redenção. Evolução sem reparação é apenas meia evolução.




Sua evolução somente será completa com a reparação dos atos negativos do passado.





Quase todo mundo quer evoluir e amadurecer. Quer ser melhor, sempre. É um desejo nobre, vale a pena traduzi-lo em esforço e dedicação.

Gostaria de chamar atenção para duas fases da evolução que são absolutamente necessárias: a reparação e a redenção.

" O arrependimento e a substituição dos valores, pensamentos, sensações e sentimentos menos nobres por outros verdadeiramente nobres, é uma parte da mudança que se completa com a redenção.

Quando o ser humano começa a se libertar dos condicionamentos e dos bloqueios, quando ele vibra o que é nobre, o processo de reparação torna-se imprescindível para haver uma mudança realmente radical.

O aprofundamento da transformação pessoal depende da reparação, pois esta complementa o processo de “limpeza” interior que é fundamental para a livre manifestação do espírito e para a sintonização com as vibrações mais elevadas (Fluxo de Deus, Espírito Santo, Deus ou de qualquer outro nome que se queira dar).

Portanto, é absolutamente necessária a reparação dos erros e desvios passados. Sem esta etapa é praticamente impossível manter e ampliar a transformação pessoal.

Enquanto não houver a “limpeza” haverá um contrafluxo que direcionará o ser humano para distante do que é nobre e mais elevado.

O ser livre, que reparou os erros, em vibração nobre, atinge a redenção".

Trechos do livro Nascer Várias Vezes (quero ler o livro).


Observe que a evolução pode ser dividida em três partes: a) transformação de valores/sentimentos/pensamentos/sensações. B) reparação. C) redenção.

Podemos explicar a evolução espiritual de forma didática e ultrassimplificada com o seguinte exemplo: uma pessoa invejosa sente prazer com a infelicidade alheia. Ela usa estes padrões de comportamento para agir negativamente, sempre reforçando a inveja e o prazer com a infelicidade alheia. Com a evolução, ele muda seu comportamento menos nobre (inveja) por outro mais nobre (respeito). Substituir o negativo e agregar o que é nobre é uma parte da evolução. A seguir tem que vir a reparação: é o momento no qual a pessoa reconhece seus erros e enfrenta o desafio de, por exemplo, ajudar a quem prejudicou. A ideia é que a reparação serve para ampliar a “limpeza” da mente. É um desafio; a pessoa que tem prazer com a infelicidade alheia (sensação que ficou gravada em sua mente) irá ajudar o outro a ser feliz e conquistar seus objetivos. Ou, a pessoa que ganhou dinheiro de forma negativa irá devolver o dinheiro (neste caso irá confrontar seu egoísmo). A reparação é literalmente reparar danos através do confronto com o que “mais dói” dentro do ser humano e que anteriormente ajudou no comportamento negativo. Se esta reparação for verdadeira, haverá uma grande mudança/limpeza em sua mente, acabando com várias fontes geradoras de sensações e sentimentos negativos. À medida que esta limpeza mental vai aumentando também aumenta o tempo e a intensidade da sintonia da mente com os conteúdos nobres. Este é o momento propício para a redenção. A redenção é um "salto interno" que acontece quando a pessoa consegue se MANTER sintonizada com o que é mais nobre e espiritual. É a entrada da pessoa em um outro nível de paz, serenidade e consciência.

Portanto, é muito importante para o aprofundamento da transformação pessoal (reforma íntima) que a reparação dos erros pretéritos seja completa. Esta parte é costumeiramente negligenciada porque a reparação é, constantemente, um desafio maior do que a própria transformação de valores, pensamentos e sentimentos.

Paulo de Tarso, depois de se converter, passou alguns anos no deserto, isolado, aprendendo uma nova profissão e um novo estilo de vida. No deserto, ele fortaleceu sua nova identidade e aprendeu a viver na simplicidade (esta história é contada no livro Paulo e Estevão).






Depois ele retornou à Jerusalém. Aconselhado por Pedro, ele vai para Tarso, sua cidade natal, viver como um humilde artesão. Foi uma humilhação para sua família, porque eles não entenderam sua ruptura com o orgulho judaico. Foi também uma forma de servir a todos que lhe serviram e ajudar aqueles a quem anteriormente desprezava. Mudar sua condição social e exercitar a humildade entre os habitantes da sua cidade (aonde antes era a autoridade e o poderoso) lhe permitiu reparar erros e suportar desprezos que o libertou dos últimos resquícios de agressividade e orgulho. Esta vivência intensa trouxe sabedoria que gerou uma nova dimensão da sua vivência espiritual – a redenção.

Este processo de reparação gera uma dinâmica psíquica especial, porque é a vida real e experienciada.

A reparação é o convite para que a transformação NÃO seja apenas baseada em ideias, mas seja baseada em atitudes e posturas reais que acontecem no cotidiano.

Neste processo de reparação, Paulo aprofundou seu entendimento da mensagem do Mestre Jesus, experimentou e vivenciou os frutos da humildade e da vida de serviço. Isto o ajudou a romper com traumas, bloqueios, condicionamentos, crenças negativas. Ou seja, criou boas condições para que sua consciência se expandisse.

Esta condição de consciência expandida, vivência profunda da espiritualidade e rompimento de bloqueios é propícia para a emersão de um novo estado mental: a redenção.

Paulo dizia: "eu já não vivo, mas é o Cristo que vive em mim". Ele está descrevendo a emersão de um novo homem, com sabedoria e maturidade excepcional. Um homem cujos bloqueios e condicionamentos mentais não agem para afastá-lo do caminho do Bem.








A reforma íntima é uma meta que deve ser cumprida em suas três dimensões. Negligenciar qualquer uma delas é correr o risco de limitar o progresso do espírito encarnado.

Outro que viveu a redenção foi Chico Xavier. Aos que lhe criticavam e destratavam, ele não respondia com raiva. Ele respondia com paz de espírito e foco no seu Caminho; ele estava em outro nível de consciência que era refletido em suas ações, pensamentos e paz interior.

Lembre-se: quando a paz e a sabedoria chegarem até você, caberá a você criar condições para que elas não desapareçam quando vierem as primeiras provações.


Autor: Regis Mesquita



Vídeos:

Aprenda a alcançar a felicidade seguindo o exemplo de vida de Chico Xavier  http://youtu.be/UA6CmabUmAE

Assista ao vídeo de apresentação do livro Nascer Várias Vezes -  https://youtu.be/g3-u_bsi1-E  










Nós só podemos nos abrir verdadeiramente para o mundo espiritual ao aceitarmos quem somos


Gostou das imagens deste texto?
Pode compartilhá-las com seus amigos.

Quer ter acesso a centenas de outras imagens para você escolher?
Clique aqui (Facebook) ou aqui (Pinterest)



Licença para reprodução dos textos do blog Nascer Várias Vezes: siga as instruções 





Livro é o único presente que pode mudar uma vida para sempre. Pense nisso!

4 comentários:

  1. De vez enquanto eu venho aqui no seu blog e pode ter certeza que pretendo adquirir um exemplar! ^^

    ResponderExcluir
  2. Gostei muito! Irei visitar sempre o seu blog!
    Abraço

    ResponderExcluir
  3. Thyago, venha sempre - o blog é constantemente atualizado. Salve-o nos favoritos.

    ResponderExcluir
  4. Mechamonivea, o livro já foi lançado. Use o site para comprá-lo.

    att,

    ResponderExcluir

Seja bem vindo, seu comentário é importante. Você também pode receber emails das novas postagens do blog. Inscreva-se no final da página de textos do blog (depois confirme no seu email).

Siga o Blog Nascer Várias Vezes no Twitter

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...