segunda-feira, 30 de maio de 2011

Dicas para educar os filhos sem culpa (2)



Não se culpe, ofereça o melhor que puder e tenha paz no coração





"Os pais devem oferecer aos filhos o que é bom, justo e sincero. Se não conseguirem, saibam se perdoar. Não cultivem a culpa (se tentarem acertar), pois todos nós somos espíritos em busca da evolução e da maturidade. Os filhos, com os recursos desenvolvidos em várias encarnações, mais as oportunidades desta encarnação, possuem todas as condições para terem uma vida feliz, produtiva, correta e, a prioridade, evoluírem espiritualmente".  Regis Mesquita

do livro Nascer Várias Vezes



A culpa gera dúvidas; o que era para ser simples e objetivo torna-se confuso e complexo. A culpa mais a dúvida transformam a educação em uma névoa através da qual a criança tem que caminhar. Tudo fica mais difícil. Por isto, é tão importante que os pais se esforcem ao máximo para sair da culpa.

Em termos educacionais, para sair da culpa os pais devem agir com simplicidade. Explico: os pais devem oferecer o que é bom para a criança, seguindo os valores que eles próprios cultivam. Por exemplo: muitos pais que nunca se importaram com religião entram em confusão e culpa com relação a este tema. Acham que é importante dar para os filhos a educação religiosa de algo que não praticam. O exemplo é um e o desejo é outro – isto é confusão na certa. A simplicidade nos diz: estes pais possuem motivos para terem escolhido não seguirem uma religião (1). São estes motivos que devem ser transmitidos para a criança. Os pais devem ser autênticos e verdadeiros (este é um dos grandes segredos da boa educação). Isto é ser simples: comunicar e ensinar exatamente o que a pessoa vive.

Pais são como os passarinhos que treinam seus filhotes para voarem e sobreviverem. Eles transmitem o que aprenderam, o que conhecem, o que experimentaram. O pai deve transmitir o que ele é, mostrar como funciona a lei de causa e efeito (e todas as outras leis), explicar os valores familiares, treinar o filho para sobreviver em sociedade, etc. Quanto mais os pais se esforçarem para evoluírem e aprenderem, mais terão à transmitir.



Os pais possuem limites pessoais. Jamais serão perfeitos ou completos. Haverá falhas, haverá limitações. Todavia, o espírito que encarnou como filho possui muitas outras habilidades internas, que não dependem dos pais. Os recursos trazidos à encarnação pelo espírito, somados à educação que receberá em casa, serão mais do que suficientes para que o “passarinho bata as asas e enfrente os próprios desafios de vida”.

Uma boa educação ajudará muito na formação do adulto. Todavia, a vida futura desta criança é muito maior do que a educação que receberá. Sua genética, seu corpo, o espírito, as influências sociais e culturais, as escolhas pessoais, tudo contribuirá para gerar o futuro adulto. Aos pais cabe transmitir, com simplicidade, o que possuem de melhor, e assistir ao desabrochar de uma nova vida com paz e tranquilidade.

Pais e mães, cultivem muitas qualidades para (através dos exemplos) ensinarem estas qualidades. Tornem-se pessoas melhores para gerar uma vida mais rica de sentimentos e pensamentos nobres; assim irão inundar a vida de seus filhos com boas oportunidades.

Saibam, porém, que suas limitações também influenciarão vossas crianças. E que talvez seja por causa delas que seus filhos escolheram nascer na sua família. Quando a criança nasce, a família escolhida para acolhê-la deve ter as características positivas e negativas que estão de acordo com as missões de vida planejadas no plano espiritual. Veja mais em : A família é o campo de provas para a evolução do espírito 

Lembre-se: saia da culpa e seja simples. Transmita para seus filhos os seus pensamentos, suas atitudes, seus exemplos, seus valores, etc. Transmita o que você é e sabe (esta é a simplicidade buscada). Por isto, procure sempre aprender e melhorar. 


(1) Religião sem autenticidade caminha para a hipocrisia e somente desestimula o aprendizado e evolução das crianças. O resultado mais comum é o afastamento e a perda de interesse no estudo e experimentação da verdadeira espiritualidade.


Autor: Regis Mesquita
https://twitter.com/saberespirita


Dica: vá ao site Psicologia Racional e estude os marcadores “Geração Seguidora”, “Família” e “Educando Filhos”. São dezenas de textos à sua disposição. Um dos textos é este: “Armas Silenciosas: estratégias para criar crianças e adolescentes medíocres e sem força”  


Atenção:

No livro Nascer Várias Vezes existem várias dicas e orientações úteis para a vida em família e a educação. Cada tema está organizado para explicar a lógica da vida a partir da perspectiva do espírito e suas consequências práticas. Leia a introdução ao livro.



Curta agora a página "A Espiritualidade no Dia a Dia"

Clique em "Curtir Página"



Mensagem para você compartilhar com seus amigos:

“O espírito não nasce em qualquer família, ele nasce na família que é capaz de lhe oferecer o bom e o ruim que ele precisa. É uma complementação recíproca. As vezes, esta complementação produz experiências muito difíceis, pois a imaturidade de um pode ser fundamental para estimular a evolução do outro”.  

Regis Mesquita – Blog Nascer Várias Vezes



Leia mais:



Pais e mães, sejam pessoas melhores para poderem ajudar seus filhos e o mundo.


As imagens desta postagens estão à sua disposição para você compartilhá-las com seus amigos. Salve-as e mande-as através de email, Facebook, twitter, etc.

Centenas de outras imagens você pode escolher aqui ou aqui.






Coloque o blog Nascer Várias Vezes entre seus favoritos e venha nos visitar sempre. 
O Blog é sempre atualizado.



Receba as novas postagens do Blog diretamente no seu email. Na lateral direita da página existe um lugar para digitar seu endereço (você receberá um email com um link para confirmar sua solicitação).




 Licença para reprodução dos textos do blog Nascer Várias Vezes: siga as instruções 








Livro é o único presente que pode mudar uma vida para sempre.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seja bem vindo, seu comentário é importante. Você também pode receber emails das novas postagens do blog. Inscreva-se no final da página de textos do blog (depois confirme no seu email).

Siga o Blog Nascer Várias Vezes no Twitter

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...