terça-feira, 11 de agosto de 2015

Três histórias que vão te mostrar que seu corpo está relacionado com suas vidas passadas e a ação do espírito. Ele morreu com um tiro no rosto e reencarnou com várias más formações na face.



Você não tem uma alma, você é uma alma. Você tem um corpo. Marcas de nascença, o espírito influenciando o corpo.





“Se uma encarnação se sucede a outra, é natural que uma influencie a outra”.
Livro nascer Várias Vezes



Dois terços da humanidade acreditam em reencarnação.

Portanto, provar que ela existe é o sonho de bilhões de seres humanos.

A maior dificuldade é que as influências das encarnações passadas aparecem de forma sutil.

Esta sutileza está relacionada com o fato do espírito influenciar na formação da pessoa desde a concepção e durante toda a vida intrauterina.

Ou seja, o bebê nasce já com a personalidade pré-formada, que foi construída a partir das experiências de encarnações anteriores (1).

[ Para aprofundar no assunto, sugiro a leitura do capítulo “ A vida dentro do útero é fundamental para a formação da mente”, do livro Nascer Várias Vezes.]

Quando a mãe descreve o jeito de ser do seu bebê, ela está descrevendo o resultado da interação de um corpo novo que se formou sob a influência de um espírito antigo.

É por isto que as mesmas situações de vida podem desencadear pensamentos, sensações e sentimentos muito diferentes nos bebês.

Estar sozinho no berço pode desencadear em um bebê o sentimento de solidão e em outro bebê pode desencadear um sentimento de paz interior.

O que gera esta diferença? Genética, experiências dentro do útero e, principalmente, as vivências do espírito que atuaram sobre a formação da mente.

A maior prova da reencarnação é justamente a forma de ser e reagir de cada ser humano.






Esta prova não é o bastante para que toda a sociedade reconheça a existência da reencarnação.

Os cientistas buscam nos eventos extraordinários a prova definitiva de que ela realmente existe.

Uma criança que se lembre da sua encarnação passada, sem que possa ter acesso a estas informações nesta encarnação, é uma prova fundamental.

Um exemplo destas provas é a história do menininho James Leininger (que já contei aqui no blog) que bem novinho já se lembrava de sua encarnação anterior (vida passada).

Outra história intrigante é esta:

Uma criança turca se lembrava de ter morrido com um tiro de espingarda em sua encarnação anterior. Foi um tiro disparado acidentalmente, que atingiu sua cabeça.

O caso foi investigado pelo célebre dr. Ian Stevenson (que investigou ao longo de 50 anos mais de 3000 crianças com evidências de memórias de “vidas passadas”).

Foram pesquisados arquivos de hospitais e encontrado o caso de um homem que morreu nas mesmas situações descritas pela criança.

O mais interessante é que a criança nasceu com defeitos (marcas de nascença) nas mesmas áreas do rosto que foram atingidas pelo tiro.

Este caso foi descrito no artigo: “Birthmarks and Birth Defects Corresponding to Wounds on Deceased Persons” . (As fotos abaixo foram retiradas deste artigo)


Menino com mal formação na face, marcas de nascença, devido a influência de uma vida passada


Ian Stevenson descreve assim: foto mostra o lado direito na cabeça de um menino Turco com uma orelha diminuída e malformada ( microtia unilateral) . Ele também tinha o lado direito de seu rosto pouco desenvolvimento ( microssomia hemifacial ). Ele disse que se lembrava da vida de um homem que havia sido baleado (com uma espingarda ) a queima-roupa . O homem ferido foi levado para um hospital quando ele morreu seis dias depois em consequência das lesões no cérebro causadas por um tiro que havia penetrado no lado direito do crânio.

O que podemos aprender com esta história?

1- o espírito influencia na formação do corpo. Inclusive na forma como o corpo terá e nas suas funcionalidades.

2 – uma vez formado o corpo, as pessoas não relacionam características da sua forma e função com as influências que vieram do espírito.

3 – as pessoas não identificam estas características individuais porque elas são “normais” ou sequer são percebidas.

4 – somente nestes casos raros e especiais é que as características do corpo chamam a atenção.

5 –as vibrações do espírito agem na formação do corpo e, provavelmente, agem sobre a própria genética do feto.

6 – se as vibrações emanadas pelo espírito agem sobre a genética do feto também agem sobre a genética do adulto.

O que as pesquisas sobre as marcas de nascença mostram é que SEM DÚVIDA há uma grande influência do espírito sobre a formação do corpo desde o momento da concepção -  ou mesmo antes.


No mesmo artigo são apresentados outros casos, separei dois para reforçar o estudo:


Má formação de mão. Vidas passadas influenciando o corpo hoje.


Dedos quase ausentes ( braquidactilia ) da mão de um menino da Índia que acreditava ser a reencarnação de um menino de outra aldeia. O que chama atenção é que o menino da outra aldeia sofreu um acidente: colocou a mão nas lâminas de uma máquina de picar forrageiras e teve seus dedos amputados.


Homem com verruga na cabeça, consequência de sua vida passada. Marca de nascença

Grande verruga na cabeça de um homem tailandês que, quando criança, deu sinais de ser a reencarnação (lembrou-se) do seu tio paterno. O tio foi morto com um golpe na cabeça realizado com uma faca, na mesma região na qual o tailandês tem a enorme verruga. É uma marca de nascença que foi gravada no corpo através da influência das vibrações que o espírito emana e que influenciam na forma e função do corpo.


Allan Kardec descreveu o períspirito (que “envolve” o espírito) como um corpo semi-material. Há ligação entre espírito, períspirito e corpo. Nada mais natural que os três interajam e se influenciem mutuamente.

A principal forma de interação entra as parte são as vibrações. Elas atingem cada uma das células do corpo, principalmente a mente. Vibrações elevadas gerarão influências elevadas.

O que muitas pessoas não entendem é o que são influências elevadas. Pensam que vibrações elevadas não permitirão que a pessoa fique doente, por exemplo. Também pensam que o que gera as doenças são vibrações supostamente negativas. Em parte é verdade, só em parte. No geral é fruto da não aceitação da realidade da vida, na qual doenças são necessárias e o envelhecimento é uma etapa importante.

Vibrações sempre agirão sobre o funcionamento do corpo. Vibrações elevadas ajudam a gerar no corpo os benefícios e os desafios que são importantes para o espírito.

Observe bem: vibrações elevadas influenciarão para que seja realizado o que é importante para o espírito. Não é o que é importante para os interesses imaturos das pessoas (vaidade, por exemplo).

Neste sentido, a força vibracional que gerou a verruga na cabeça do tailandês estava presente na formação do feto porque é algo significativo para a vida desta pessoa. A verruga é apenas uma pequena parte de um processo maior que este sujeito deve enfrentar em sua vida atual (neste caso, aparentemente, um trauma).

As vibrações e sua influência sobre o corpo são necessárias para que a vida possa ser vivida de forma útil para o espírito que reencarnou.


“A reencarnação é um momento curto, mas muito importante na vida do espírito. No plano espiritual são escolhidos alguns desafios que ele deverá vencer e é preparada as condições de vida que terá.

Todo ser humano nasce com objetivos a serem cumpridos – são as missões de vida. Ele, portanto, nasce para evoluir; tornar-se melhor.

Ele nasce para enfrentar uma realidade. Nesta realidade estão oportunidades, dificuldades, limites e facilidades. Basicamente, cabe ao espírito aproveitar as oportunidades e facilidades para desenvolver habilidades e qualidades que serão muito úteis no momento de enfrentar as dificuldades e superar os limites. (http://www.nascervariasvezes.com/2014/02/reencarnar-para-ser-guerreiro.html)


Resumindo: o espírito influencia cada detalhe da vida do corpo. Influencia sua forma e funcionalidade, influencia no adoecimento e na cura, influencia os pensamentos, sentimentos e sensações. Influencia a todo momento. Esta influência pode ser consciente ou inconsciente. O ser humano que se torna sábio desenvolve a sensibilidade para perceber conscientemente estas influências do espírito.

Casos como os relatados aqui apenas tornam mais clara e compreensível a influência do espírito sobre o corpo.

Todos os humanos sofrem esta influência, inclusive você.

(1) o termo popular é vida passada. Evito este termo porque a Bíblia ensina que só temos uma vida, a vida do espírito. A vida do espírito é única, com várias reencarnações. Portanto, o correto é dizer que só temos uma vida com milhares de encarnações (milhares de nascimentos).


Autor: Regis Mesquita
https://twitter.com/saberespirita





Acompanhe o Blog Nascer Várias Vezes no Facebook


Clique em "Curtir Página"






Leia também:



Centros Espíritas e bibliotecas públicas podem solicitar a doação do livro Nascer Várias Vezes, clique aqui  






Na página do Facebook - Nascer Várias Vezes - você encontra uma coletânea de pensamentos retirados do livro Nascer Várias Vezes (atualizada diariamente).

Te convido a conhecer a página, curtir e COMPARTILHAR os pensamentos com seus amigos.




Deus jamais seria misericordioso se não desse muitas oportunidades de recomeço. Livro Espírita





Licença para reprodução dos textos do blog Nascer Várias Vezes: siga as instruções


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seja bem vindo, seu comentário é importante. Você também pode receber emails das novas postagens do blog. Inscreva-se no final da página de textos do blog (depois confirme no seu email).

Siga o Blog Nascer Várias Vezes no Twitter

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...