terça-feira, 24 de maio de 2011

As vadias ou as freiras, quem Deus prefere após a morte? Evolução espiritual e sexualidade.



Vadias ou freiras. Quem Deus prefere após a morte?




Acontece todos os anos, em várias cidades do mundo, a "marcha das vadias" - nome dado pelas próprias organizadoras dos eventos. As vadias, mulheres liberadas sexualmente e que se vestem provocativamente, estão pedindo mais respeito. Basicamente é isto!

Me lembrei do meu primeiro ano fazendo regressão a encarnações passadas (algumas décadas atrás). Diariamente as regressões mostravam que várias de minhas crenças estavam erradas. 

Por exemplo: eu responderia convicto que a freira teria maior evolução espiritual durante sua vida encarnada do que uma vadia (obs: não gosto deste termo). Mas, não era isto que presenciava ao observar as várias encarnações de centenas de pessoas.


Para mim era incrível! Não havia diferença nenhuma. Ficou claro que o que contava era o "conjunto da obra" (1), não apenas sexo, bebidas e farra. Havia muitas mulheres que associavam o "lado alegre" ao trabalho sério, à caridade, ao respeito, ao diálogo, etc. Da mesma forma, havia várias mulheres que reprimiam sua sexualidade e, ao mesmo tempo, nutriam em "seus corações" os piores sentimentos.

Uma vez li em algum lugar: Deus gosta de sexo!

Acho que gosta mesmo. A imensa maioria dos espíritos que aproveitaram suas encarnações para evoluir bastante tiveram vida sexual plenamente ativa (quando encarnados).

Na verdade, Deus gosta muito de equilíbrio. 

As vidas vividas em equilíbrio, com diversidades de experiências e com amor e nobreza no coração são (normalmente) as que produzem os melhores resultados.

A evolução espiritual é medida pela quantidade e qualidade de suas habilidades, qualidades pessoais e sabedoria. Uma mulher pode, por exemplo, ter uma vida sexual ativa com vários parceiros, ser uma ótima profissional, honesta, caridosa, evitar a maledicência, etc.

É o conjunto das qualidades, habilidades e sabedorias que conta (Te convido a estudar o tema Completude, leia aqui, aqui ou aqui).

Da mesma forma, uma freira pode desenvolver muitas qualidades e ser uma pessoa que evoluiu muito. Ou pode se perder em mágoas, rancores, maledicências, julgamentos persecutórios, etc.

O estereótipo não é o importante. Sexualidade ativa e evolução espiritual são totalmente compatíveis. Deve-se perder o preconceito contra a atividade sexual. 

Deve-se sempre lembrar que uma das habilidades necessárias para uma vida em equilíbrio é o autocontrole. Autocontrole é a capacidade da pessoa gerenciar sua vida e não permitir que instintos, desejos e compulsões dominem suas atitudes. 

Tão importante quanto o autocontrole é a capacidade de agregar sentimentos e pensamentos nobres em cada ação da vida. Isto vale para o trabalho, para a sexualidade e para tudo. A sexualidade exercida com respeito ao outro e a si mesmo, com carinho, dedicação, benevolência e outros sentimentos nobres pode se tornar uma grande fonte de prazer e de descanso para o ser humano que luta diariamente com dignidade e honestidade. 

Neste sentido, é sempre importante ter claro quais são as motivações que acompanham a vida total de cada pessoa, seja ela religiosa ou não, com vida sexual ativa e diversificada ou não. 


(1) Conjunto da obra: a evolução espiritual acontece à medida que o espírito agrega novas qualidades/habilidades/sabedorias em sua vida; é um conjunto que damos o nome de completude. Uma pessoa que desenvolveu a honestidade terá que desenvolver também a paciência. Também terá que desenvolver a disciplina, a compaixão, etc. Cada qualidade, habilidade e sabedoria deverá ser complementada por outras qualidades, habilidades e sabedorias. 


Dica de leitura: Vinte e quatro pensamentos que vão te explicar o que é a evolução espiritual. Motivação para evoluir e superar os desafios da vida


Autor: Regis Mesquita
https://twitter.com/saberespirita



Leia meu livro Nascer Várias Vezes






Se preferir, use a opção de comprar o livro com deposito no banco Itaú.
Mande um email para regismesquita@hotmail.com que lhe enviarei as instruções.




Algumas reflexões sobre o julgamento:


Reflexão 1:

Quem olha demais para os outros perde a oportunidade de descobrir os potenciais que existem dentro de si mesmo. 

Sem conhecer seus potenciais ficará mais difícil desenvolvê-los. 

É um ciclo vicioso: quanto menos desenvolve seus potenciais, mais pobre fica sua vida e mais interessado fica em julgar e criticar os outros. O julgamento constante cega a pessoa, que não descobre seus potenciais e não os desenvolve.

Regis Mesquita

Dica de leitura: 
Não julgue: uma regra para educar o espírito




As melhores armas: o amor, sem apego; o carinho, sem condições; o estudo, sem preconceitos; a coragem, sem desequilíbrios. Regis Mesquita

Quer ter acesso a centenas de imagens como esta acima para você escolher?
Clique aqui (Facebook) ou aqui (Pinterest)



Reflexão 2:

Um dos maiores vícios modernos é a mania das pessoas de terem opinião sobre tudo.

Não sabem parar os pensamentos, não sabem segurar a língua.

O resultado é muito julgamento, muita negatividade, muita desavença, muito desestímulo.

Penso que um dos primeiros passos para quem quer desenvolver a bondade é parar os pensamentos e não ter nenhuma opinião na imensa maioria das situações.

Primeiro porque ter opinião não muda nada. Segundo porque opinião sem conhecimento profundo da situação é uma porta escancarada para a negatividade.

Prefira manter a mente clara e serena, com poucos pensamentos. Se quiser ajudar, prefira emanar vibrações de paz dirigidas aquelas pessoas. Suas vibrações serão um pequeno estímulo para a pessoa fazer as escolhas delas com mais equilíbrio.

Pode parecer pouco, mas é muito mais eficiente do que a força patética da opinião.

Regis Mesquita
http://caminhonobre.com.br/

Leia:
A quietude da mente gera paz e serenidade




Reflexão 3:

Seja forte, para manter a boca fechada quando houver a oportunidade de ser injusto.
Seja forte, para reconhecer o erro e aprender o correto.
Seja forte, para escolher ser feliz quando os outros chorarão.

Vale a pena treinar para se fortalecer. 
Sendo assim, não fuja dos obstáculos. Ao contrário, se fortaleça ao enfrentá-los.
Quem se fortalece, sorri sem ser falso.
Quem se fortalece, agradece de coração.
Quem se fortalece, tem verdades para contar.
Quem se fortalece, está imune a muitas maldades.

Que sua vida seja assim: tão rica que poderá estender a mão, ao invés de apontar o dedo para julgar.

Regis Mesquita

Texto originalmente postado na página Nascer Várias Vezes do Facebook.
Todos os dias uma nova reflexão espiritual para você.




Mulheres vadias que gostam de sexo são menos evoluídas espiritualmente? Evolução espiritual e sexualidade



Reflexão 4:

Cada um julga o outro de acordo com o que é, por isto o aprendizado é sempre pequeno e a injustiça é (comumente) grande.

Você julga com os valores, crenças e treinos que possui na sua mente. Estes julgamentos são a base de boa parte dos problemas que você possui. E, também, são a base da maior parte dos problemas que você não consegue resolver. Além de limitarem sua vida, impedem vitórias, conquistas, alegrias, paz e muito mais.

Descubra muitos outros motivos para treinar sua mente para não julgar: http://www.psicologiaracional.com.br/2013/06/julgar-o-outro.html



Reflexão 5:


Se alguém chegar até você e perguntar: qual a sua opinião sobre “tal coisa”?

Responda: “estou observando. “

Não tenha a menor pressa para ter sua opinião; ou seja, evite julgar.

O cérebro funciona assim:

Quando ele está frente a algo novo, a primazia de avaliação é do instinto de sobrevivência.

Ou seja, o cérebro prioriza a avaliação de riscos e possíveis efeitos negativos.

É por isto que as pessoas que julgam muito são, geralmente, muito negativas.

Elas observam com muito mais facilidade o que avaliam ser negativo e desprezam as outras partes da realidade.

Com o passar dos anos ficam condicionadas e dependentes do negativo (problemas, conflitos, tensões, etc) para manterem o interesse e a atenção.

Resultado:

A chance de você ser injusto e não aprender com a realidade também é grande. 

O melhor é observar com paz e serenidade. 

Portanto, perca a mania de julgar e de opinar sobre tudo.


Regis Mesquita

Dica de leitura:
Paciência para aprender com a realidade: o caso do programa Mais Médicos





Tenha eficiência e bondade para conseguir ajudar as pessoas


Quer ter acesso a centenas de imagens como esta acima para você escolher?
Clique aqui (Facebook) ou aqui (Pinterest)



Leia também:





A evolução espiritual é facilitada quando se tem a completude

A história de um amor ao longo de várias encarnações da vida

Uma sociedade evoluída espiritualmente possui ótimos recursos de acolhimento e ajuda mútua


Sinta-se à vontade para comentar no blog.
Sua contribuição é muito bem vinda.



Salve este blog nos seus favoritos e volte para visitá-lo. 
Ele é sempre atualizado.



Licença para reprodução dos textos do blog Nascer Várias Vezes: siga as instruções.


2 comentários:

  1. Estou gostando muito dos seus textos. Não tem nada a ver com aquele "espiritismo" que conheci há muito tempo: preconceituoso, terrorista, esnobe, hipócrita, etc. Aquele "espiritismo" que fica tomando conta da vida das pessoas, que critica tudo, que julga, que mete medo, que se acha o supra sumo, etc. Muito bom os seus textos. Estão muito mais próximos da realidade de Deus.

    ResponderExcluir
  2. Deu um nó na minha cabeça. Tem lógica o texto. Fui criado achando que a sexualidade feminina é um monstro e que toda a sexualidade é perigosa. Estou em mudança e este texto me ajudou.

    ResponderExcluir

Seja bem vindo, seu comentário é importante. Você também pode receber emails das novas postagens do blog. Inscreva-se no final da página de textos do blog (depois confirme no seu email).

Siga o Blog Nascer Várias Vezes no Twitter

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...